Fundação de Ação Social de Curitiba

Skip Navigation Links

Diretor executivo do Grupo Dignidade visita a FAS

  • A presidente da FAS, Larissa Tissot, recebeu o diretor executivo do Grupo Dignidade, Toni Reis 10/04/2017 01
  • A presidente da FAS, Larissa Tissot, recebeu o diretor executivo do Grupo Dignidade, Toni Reis 10/04/2017 02
  • A presidente da FAS, Larissa Tissot, recebeu o diretor executivo do Grupo Dignidade, Toni Reis 10/04/2017 03
  • A presidente da FAS, Larissa Tissot, recebeu o diretor executivo do Grupo Dignidade, Toni Reis 10/04/2017 04
  • A presidente da FAS, Larissa Tissot, recebeu o diretor executivo do Grupo Dignidade, Toni Reis 10/04/2017 05
Publicado em 10/04/2017 Imagem: Ricardo Marajó/FAS imagem conteudo

A presidente da FAS, Larissa Tissot, recebeu o diretor executivo do Grupo Dignidade, Toni Reis 10/04/2017 01

A presidente da Fundação de Ação Social (FAS), Larissa Tissot, recebeu nesta segunda-feira (10/04) o diretor executivo do Grupo Dignidade, Toni Reis. Durante a visita de cortesia, Reis entregou um ofício em que pede que os equipamentos da assistência social do município não discriminem pessoas pela orientação sexual e identidade de gênero.

Larissa explicou que, desde o início da gestão do prefeito Rafael Greca, a FAS está reordenando os serviços para melhorar o atendimento ofertado à população e prometeu atender o pedido. “Vamos capacitar nossos servidores e trabalhar para garantir que todas as pessoas possam ser atendidas e respeitadas em nossos equipamentos”, disse.

A presidente lembrou que entre os serviços que estão sendo reordenados está o da Casa para Mulheres e LBT, inaugurada em 2015 para atender mulheres e pessoas que se identificam com o gênero feminino (lésbicas, bissexuais, travestis, transsexuais e transgêneros).

“As pessoas transsexuais e transgêneros são as que mais sofrem com a discriminação. Há pesquisas que mostram os casos de violência e bullying que afetam essas pessoas”, disse Reis.

Segundo o diretor, o Grupo Dignidade é contra a criação e manutenção de equipamentos específicos para cada grupo. “No nosso posicionamento, isso é segregar. Queremos que as pessoas sejam incluídas em todos os lugares e que não haja imposição.” 

Durante a visita, Reis entregou à presidente da FAS uma edição comemorativa do jornal do Grupo Dignidade, que está comemorando 25 anos. A organização não governamental trabalha na defesa da cidadania e dos direitos humanos de lésbicas, gays, bissexuais, transsexuais e intersexuais (LGBTI) no Paraná. 

Fundação de Ação Social

Rua Eduardo Sprada, 4520|3350-3500|CEP 81270010|Curitiba - PR|Todos os direitos reservados|Política de Privacidade

Desenvolvido por ICI - Instituto das Cidades Inteligentes