Fundação de Ação Social de Curitiba

Skip Navigation Links

Maio é mês do combate ao abuso sexual de crianças. Veja como denunciar

  • A Prefeitura de Curitiba intensificou neste mês o trabalho de enfrentamento à violência sexual de crianças e adolescentes na cidade 01
  • A Prefeitura de Curitiba intensificou neste mês o trabalho de enfrentamento à violência sexual de crianças e adolescentes na cidade 02
  • A Prefeitura de Curitiba intensificou neste mês o trabalho de enfrentamento à violência sexual de crianças e adolescentes na cidade 03
  • A Prefeitura de Curitiba intensificou neste mês o trabalho de enfrentamento à violência sexual de crianças e adolescentes na cidade 04
  • A Prefeitura de Curitiba intensificou neste mês o trabalho de enfrentamento à violência sexual de crianças e adolescentes na cidade 05
  • A Prefeitura de Curitiba intensificou neste mês o trabalho de enfrentamento à violência sexual de crianças e adolescentes na cidade 07
  • A Prefeitura de Curitiba intensificou neste mês o trabalho de enfrentamento à violência sexual de crianças e adolescentes na cidade 08
  • A Prefeitura de Curitiba intensificou neste mês o trabalho de enfrentamento à violência sexual de crianças e adolescentes na cidade 09
Publicado em 16/05/2017 Imagem: Ricardo Marajó/FAS imagem conteudo

A Prefeitura de Curitiba intensificou neste mês o trabalho de enfrentamento à violência sexual de crianças e adolescentes na cidade 01

A Prefeitura de Curitiba intensificou neste mês o trabalho de enfrentamento à violência sexual de crianças e adolescentes na cidade. Para isso, está realizando uma série de ações do chamado Mês de Sensibilização Sobre a Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes, que tem como foco a prevenção a partir do trabalho com as famílias.

As ações acontecem nas dez regionais de Curitiba. São rodas de conversa com adolescentes; panfletagem para orientação; oficina; palestras; teatro de fantoches da Guarda Municipal; exposição de trabalhos escolares; e blitz em postos de gasolina para alertar sobre a violência sexual.

Nesta segunda-feira (15/5), as regionais Matriz, Pinheirinho e Cajuru fizeram panfletagem para orientação aos pedestres. Na quinta-feira (18/5), será realizado o XI Seminário Municipal de Enfrentamento à Violência Sexual de Crianças e Adolescentes, que terá como tema central a agressão no contexto da família.

O evento acontecerá no Salão de Atos do Parque Barigui, das 13h30 às 17h30, e tem o objetivo de estimular o debate, a articulação intersetorial e o compromisso com a qualidade dos serviços especializados ofertados no atendimento a crianças e adolescentes vítimas de violência.

As ações fazem parte da mobilização para o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, celebrado em 18 de maio.

A diretora da Proteção Social Especial da Fundação de Ação Social (FAS), Cláudia Estorílio, responsável pela coordenação dos trabalhos, explica que o objetivo é sensibilizar a população para o problema e garantir a defesa dos direitos de crianças e adolescentes. Cláudia destaca que a exploração sexual de crianças e adolescentes consta na lista das piores formas de trabalho infantil.

Trabalho integrado

Várias ações de prevenção e combate ao abuso e a exploração sexual são realizadas pela FAS e outras secretarias diariamente.

Coordenados pela fundação, os Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) têm ações voltadas às famílias e indivíduos em situação de risco e vulnerabilidade social. Entre essas vulnerabilidades estão as situações de abuso e de exploração sexual cujas vítimas são crianças e adolescentes.

A Rede de Proteção, grupo interdisciplinar formado com a participação de órgãos e secretarias que prestam atendimento a crianças e adolescentes, da qual a FAS também faz parte, atua em consonância com os conselhos tutelares e promove formações, acompanhamentos, orientações e ações voltadas à prevenção.

Outros serviços de prevenção também são realizados pela FAS nas unidades que atendem o público jovem e infantil. São os casos dos grupos dos Serviço de Convivência e Fortalecimentos de Vínculos que acontecem nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras), onde encontros periódicos são realizados com grupos socioeducativos para informar, acompanhar e garantir que direitos não sejam violados.

Como denunciar?

Situações de abuso e exploração sexual podem ser denunciadas anonimamente e de forma gratuita pela Central 156, da Prefeitura de Curitiba, pelo telefone ou o site http://www.central156.org.br/.

Além deste canal, que pertence ao município, também é possível usar o Disque Denúncia do Governo do Estado, pelo telefone 181, e o Disque 100 do governo federal.

Outra forma de denúncia é mediante comparecimento a algum Conselho Tutelar:

Conselho Tutelar Bairro Novo

Rua Lupionópolis, s/nº, próximo ao nº 860 - Vila Tecnológica, Sítio Cercado

Conselho Tutelar Boa Vista

Avenida Paraná, 3.600 - Rua da Cidadania Boa Vista

Conselho Tutelar Boqueirão

Avenida Marechal Floriano Peixoto, 8.430 - Rua da Cidadania Boqueirão

Conselho Tutelar Cajuru

Rua Roraima, 545, esquina com Rua Luiz França – Cajuru

Conselho Tutelar CIC

Rua Manoel Valdomiro de Macedo, 2.460 - CIC

Conselho Tutelar Matriz

Avenida São José, 875 - Bairro Cristo Rei

Conselho Tutelar Pinheirinho

Avenida Winston Churchill, 2.033 - Rua da Cidadania Pinheirinho

Conselho Tutelar Portão

Rua Carlos Klemtz, 1.700 - Rua da Cidadania Fazendinha

Conselho Tutelar Santa Felicidade

Rua Santa Bertila Boscardin, 213 - Rua da Cidadania Santa Felicidade

 18 de maio

O dia 18 de maio foi instituído como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes depois do assassinato de Aracelli Cabrera Crespo, em Vitória (ES), em 18 de maio de 1973. A menina de 9 anos foi seqüestrada, drogada, sofreu violência sexual e teve o rosto desfigurado com ácido. O crime chocou o País.

 

Segue a programação das ações:

NÚCLEO REGIONAL

BAIRRO NOVO

Atividades que serão realizadas:

“Caminhada” com as idosas participantes do SCFV (Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos) “Guerreiras do Madre“ e “Blitz Educativa”

Local:

CRAS Madre Tereza, Rua Guaçui, 5987/5997 e CEI Carlos Drummond Andrade, Rua Jandaia do Sul, 50

Data(s) / Horário(s):

19/05/2017 – 9h às 11h

 

 

 

NÚCLEO REGIONAL

BOA VISTA

Atividades que serão realizadas:

Rodas de conversa com os adolescentes dos grupos de SCFV (Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos) do CRAS

Local:

CRAS Atuba: Endereço Rua João Batista Scucato, 120

CRAS Bairro Alto: R. Jornalista Alceu Chichorro, 323

CRAS Cachoeira: Rua Rolando Salin Zappa Mansur, 354

CRAS Boa Vista: Rua Luiza Lélia Gulin Geronasso, 313

CRAS Pilarzinho: Rua Guy de Maupassant, 177

Data(s) / Horário(s):

Durante todo o mês de maio

 

 

 

NÚCLEO REGIONAL

BOQUEIRÃO

Atividades que serão realizadas:

Oficina com o Juiz e Promotor, do Fórum Descentralizado do Boqueirão:

Dr. Fábio Ribeiro Brandão (Juiz)

Dr. Eduardo Alfredo de Melo Simões Monteiro

 

Palestra com Psicóloga (o)

Local:

Auditório da Rua da Cidadania do Boqueirão na Praça do Carmo

Data(s) / Horário(s):

26/05/2017 – 14h

 

30/05/2017 – 14h

 

 

 

NÚCLEO REGIONAL

CAJURU

Atividades que serão realizadas:

Panfletagem de sensibilização e orientação

Local:

Rua Frederico Standler Jr, 1670 – Capão da Imbuia (CEI Eva da Silva)

Rua Drª Juracy Tiquelme – Capão da Imbuia (Feira de Hortifruti)

Data(s) / Horário(s):

15/05/17 – 13h às 17h

 

 

 

 

NÚCLEO REGIONAL

CIC

Atividades que serão realizadas:

Palestra sobre violência sexual com ênfase na proteção, auto cuidado e canais de denúncia.

Palestrante: Luci Belão

Local:

Escola Municipal Albert Schweitzer – Rua Décio Barreto, 153 (Ponto de referência: CRAS Nossa Senhora Da Luz)

Data(s) / Horário(s):

11/05/2017 – 14 h

 

 

 

NÚCLEO REGIONAL

MATRIZ

Atividades que serão realizadas:

Panfletagem de sensibilização e orientação

Local:

Praça Osório e Av. Luiz Xavier

Data(s) / Horário(s):

15/05 – 8h30min às 10h30min

17/05 – 8h30min às 10h30min

 

 

 

 

NÚCLEO REGIONAL

PINHEIRINHO

Atividades que serão realizadas:

Panfletagem de sensibilização e orientação

Local:

Terminal do Pinheirinho e Terminal do Capão Raso

Data(s) / Horário(s):

15/05/2017 – 9h

 

 

 

NÚCLEO REGIONAL

PORTÃO

Atividades que serão realizadas:

Conversa com diretores de CMEI e Escolas Municipais da regional Portão; trabalhos em sala de aula com alunos das 16 escolas municipais da regional; exposição dos trabalhos realizados pelas crianças e orientações ao público em geral

Local:

Escolas Municipais da Regional Portão e Rua da Cidadania Fazendinha

Data(s) / Horário(s):

Exposição dos trabalhos realizados pelas crianças e orientações ao público em geral no dia 18 de maio no horário de expediente da Rua da Cidadania

 

 

 

 

 

 

NÚCLEO REGIONAL

SANTA FELICIDADE

Atividades que serão realizadas:

Sensibilização em salas de aula; apresentação de teatro de fantoches da Guarda Municipal; Panfletagem de sensibilização e orientação

Local:

Escola Municipal Walter Hoerner, Escola Municipal João Stival, Escola Municipal Santos Andrade,

Escola Municipal Foz do Iguaçu, Escola Municipal Sonia Kenski

Data(s) / Horário(s):

Durante todo o mês de maio

 

 

 

NÚCLEO REGIONAL

TATUQUARA

Atividades que serão realizadas:

Blitz de intervenção sobre Violência Sexual, nos postos de gasolina, próximos a BR 116

Local:

Imediações do CEASA

Data(s) / Horário(s):

09/05/2017

 

 

Fundação de Ação Social

Rua Eduardo Sprada, 4520|3350-3500|CEP 81270010|Curitiba - PR|Todos os direitos reservados|Política de Privacidade

Desenvolvido por ICI - Instituto das Cidades Inteligentes