Fundação de Ação Social de Curitiba

Skip Navigation Links

Carteira de Trabalho foi emitida em 24 horas no Mutirão do Cajuru

  • Mutirão do Cajuru teve emissão de carteira de trabalho em 24 horas 01
  • Mutirão do Cajuru teve emissão de carteira de trabalho em 24 horas 02
  • Mutirão do Cajuru teve emissão de carteira de trabalho em 24 horas 03
  • Mutirão do Cajuru teve emissão de carteira de trabalho em 24 horas 04
  • Mutirão do Cajuru teve emissão de carteira de trabalho em 24 horas 05
  • Mutirão do Cajuru teve emissão de carteira de trabalho em 24 horas 06
Publicado em 03/10/2017 Imagem: Ricardo Marajó/FAS imagem conteudo

Mutirão do Cajuru teve emissão de carteira de trabalho em 24 horas 01

Quem foi fazer a carteira de trabalho no Mutirão da Cidadania do Cajuru, realizado de 27 a 30 de setembro, pode receber o documento em 24 horas. Foi a primeira vez que os postos do Sistema Nacional de Emprego (Sine) de Curitiba emitiram o documento em um prazo tão curto. No atendimento diário, o Posto do Sine do Cajuru leva de dez a 12 dias úteis para entregar a carteira aos trabalhadores.

O diretor de Relações do Trabalho da Fundação de Ação Social (FAS), Cesário Ferreira Filho, explica que a maior rapidez na emissão do documento é resultado de uma parceria firmada com a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Paraná. “Nosso objetivo é atender os cidadãos com rapidez e eficiência, garantindo que eles recebam a carteira de trabalho o mais rápido possível. Com essa parceria, nos mutirões, os serviços são ainda mais concentrados na redução do tempo de espera.”

Segundo o diretor, a ideia é que a parceria seja mantida nos próximos oito mutirões que serão realizados pela Prefeitura na cidade. As regionais Bairro Novo e Cajuru foram as primeiras a receber a feira de serviços realizada em conjunto com o Governo do Estado.

Cajuru

A emissão da carteira de trabalho e a intermediação de mão de obra foram os serviços mais procurados pelos cidadãos no Cajuru. De quinta a sábado, dias de atendimento à população, foram solicitadas e emitidas 154 carteiras e 73 pessoas retiraram o documento durante o mutirão.

Rosa Maria Miguel Bouard, 56 anos, foi uma delas. “Uma amiga me falou do mutirão e eu fui até lá para fazer uma nova carteira, a minha é muito velha. Pedi na sexta-feira pela manhã e à noite já recebi a mensagem no celular de que o documento estava pronto e eu poderia buscar no sábado de manhã”, contou ela, que recebeu o documento das mãos do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que participou do encerramento da ação, ao lado do prefeito Rafael Greca e do governador Beto Richa.

Kauana Carvalho Assunção, 21 anos, também foi ao Mutirão do Cajuru para fazer a carteira de trabalho. “Foi rapidinho. Pedi na quinta-feira e na sexta-feira já recebi uma mensagem avisando que estava pronto. Se não fosse pelo mutirão, ia levar uns 15 dias”, disse. Kauana buscou o documento no sábado e espera que ele lhe dê sorte para conseguir um novo emprego.

Fundação de Ação Social

Rua Eduardo Sprada, 4520|3350-3500|CEP 81270010|Curitiba - PR|Todos os direitos reservados|Política de Privacidade

Desenvolvido por ICI - Instituto das Cidades Inteligentes